'É um atestado de completa ignorância política', diz Bolsonaro sobre crítica de Joaquim Barbosa

Ao desistir de candidatura, ex-ministro do Supremo criticou deputado

POR BRUNO GÓES
O deputado federal Jair Bolsonaro, pré-candidato à Presidência pelo PSL - APU GOMES / AFP 13/08/2017


BRASÍLIA — O pré-candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, rebateu nesta terça-feira a fala de Joaquim Barbosa (PSB) em entrevista à coluna de Lauro Jardim. Após desistir de sua candidatura ao Planalto, Barbosa disse que ainda tem três preocupações com o futuro do país: a possível eleição de Bolsonaro, a continuidade de Michel Temer no poder e o retorno da ditadura militar.

— É um atestado de completa ignorância política. Se ele não quer ajudar o Brasil, tudo bem. Estou sozinho nessa briga (contra a corrupção). Ele poderia ser candidato e ajudar — disse Bolsonaro ao GLOBO.

Apesar de rebater as críticas, Bolsonaro afirmou que tem uma "dívida de gratidão" com Barbosa.

— Não quero mal a ele, pois foi o único que disse a verdade sobre mim. Quando julgou o mensalão, disse que eu era um dos únicos que não tinham sido comprados. E eu o agradeço muito por ter falado isso.

Bolsonaro avalia que pode ganhar espaço com a saída de Barbosa da disputa eleitoral, já que o perfil do eleitor de ambos é "parecido". Porém, deu a entender que não comemora a retirada da candidatura, porque os dois poderiam fazer a campanha levantando a bandeira contra a corrupção.

Aliado do pré-candidato do PSL, o deputado Major Olímpio (PSL-SP) faz a mesma análise. Diz que a desistência de Barbosa é bom para Bolsonaro, porque agora ele "é o único que está sobrando com a ficha íntegra".

— Como diz a filósofa Dilma Rousseff, cada voto a menos para os outros é um voto a mais para a gente. Logicamente, o Joaquim Barbosa teria significativamente um espaço de eleitores, tendo em vista a sua credibilidade como presidente do Supremo e principalmente na ação do mensalão que colocou muita gente na cadeia. Com a saída dele, logicamente Bolsonaro é um grande beneficiado disso.

Outra possível beneficiada pela saída de Barbosa pode ser a candidata da Rede, Marina Silva. Aliado da pré-candidata, o deputado Miro Teixeira (Rede-RJ) diz que os dois têm afinidades. Mas que é preciso esperar um pouco mais:

— Eu lamento que tenha desistido. Gostaria de ver um segundo turno entre Barbosa e Marina nas eleições. Para onde vai o eleitor, não sei dizer sobre isso. Havia muito afinidade de ideias entre os dois, mas daí a influenciar o eleitor... É preciso aguardar para ver o que vai acontecer.
Compartilhe no Google Plus

Sobre Manoel Martins

Sou Casado, pai de 3 filhos, apaixonado pela minha família e pela minha querida cidade Jaguaruana... Jaguaruana Verdade, Porque Mentira tem Pernas Curtas!

0 comentários:

Postar um comentário